• Catarina Correia

Qual é a tua prioridade?

Digo aos meus pacientes que para obterem resultados diferentes tem que mudar hábitos de vida, por vezes até, mudar o estilo de vida completamente.


Sinto que a mente lhes diz que faz todo o sentido. Faz sentido que para criar mudança no interior, seja necessária a mudança no que o influencia.


Até aqui tudo bem!


A primeira coisa que questiono é o objetivo da consulta. Normalmente ronda entre aumentar a fertilidade, corrigir alguma debilidade gerada durante a gravidez, eliminação de peso ou harmonizar algum distúrbio ginecológico. Mas, a mesma regra também se aplica a desequilíbrios emocionais, dor e por aí fora...


Depois de definido o objetivo estabelecemos a prioridade.


O segundo ponto é definir o percurso para alcançar o objetivo.


Entre acupunctura, fitoterapia e farmacopeia chinesa, tudo bem. Essas mudanças são expectáveis.


O problema surge quando indico as mudanças de hábitos... desde deixar de fumar, eliminar alguns alimentos e priorizar outros, prática de exercício físico, meditar, deitar cedo ou outras mudanças que são importantes para o caso em particular, esses são "o verdadeiro bicho-papão". É aqui que as coisas complicam.


E nesse momento voltamos a relembrar o objetivo. Seja ele ter o seu bebé no colo, eliminar peso, uma gravidez saudável, eliminar os desconfortos da menopausa ou atingir o equilíbrio emocional. A chave é essa. Relembrar o objetivo. O que priorizas na tua vida.


Por isso questiono, qual é a tua prioridade?


Assim que definires, assume a responsabilidade e inicia o caminho para que a tua meta seja alcançada.


Seja ela qual for.




1 visualização0 comentário