• Catarina Correia

Melatonina e Pré-Eclâmpsia

Sabia que a taxa de incidência de pré-eclâmpsia aumenta nos partos realizados durante o inverno?


Pois é. Chocante, certo?


Em 2016, foi publicado na Nature, no Journal of Human Hypertension, uma investigação que sugere ligação entre o aumento das taxas de pré-eclâmpsia nos partos de inverno. O artigo sugere que os níveis de melatonina estão associados ao desenvolvimento de pré-eclâmpsia.


Este estudo reuniu informação de 79 236 partos, entre 2004 e 2013, sendo que 1 491 desenvolveram pré-eclâmpsia. Destes 1 491 casos, cerca de 495/ 19 345 ocorreram no inverno (taxa de 2,55%). No verão, o número diminui drasticamente, sendo que só ocorreram 289/ 19 725 (taxa de 1,46%).


O que este estudo refere é que possivelmente a estação da conceção é mais importante do que a estação do parto.


Partos de inverno são gerados normalmente de gravidezes com início em Maio/Junho/Julho, ou seja na mudança da primavera para o verão, ou no próprio verão. Normalmente os dias são mais prolongados, existe mais atividade e, por norma, a melatonina tende a sofrer um decréscimo na sua produção.


Fascinante, certo?




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo