top of page
  • Foto do escritorCatarina Correia

Histórias inspiradoras | ISCA





Antes de chegarmos às 21 semanas, quero-vos contar o percurso que fizemos até lá chegar.


Eu sei que o mais importante pode parecer a meta, mas confesso-vos que o percurso até lá chegar é igualmente importante.


Esta “sonhadora” chegou até mim, aos 38 anos, através da querida Catarina que a acompanhava na área da fisioterapia pélvica. A Catarina considerou que a MTC poderia ser uma mais-valia e falou comigo sobre o caso para perceber a possibilidade de realizarmos um trabalho terapêutico transdisciplinar.


Partimos na viagem que é acompanhar um caso com 9 anos de percurso – sim 9 anos a tentar engravidar – e começámos a perceber que ajustes beneficiariam este casal para que o sonho pudesse virar realidade.


O diagnóstico era de infertilidade sem causa aparente (ISCA), e já contava com 2 inseminações sem sucesso e uma FIV (fecundação in vitro). Apesar da FIV trazer consigo a esperança para realizarem o sonho, infelizmente perceberam que mesmo na PMA há um “pozinho de vida” – como eu gentilmente lhe chamo – que não é controlado, nem passível de manipular. Com 12 ovócitos, 7 fecundaram, obtiveram 2 blastocistos, posteriormente transferidos a fresco. O resultado não foi o esperado.


2 anos depois, tiveram uma nova oportunidade para FIV. 7 dias antes de iniciar o protocolo para FIV, veio fazer uma consulta de fertilidade na perspetiva da MTC. Pedi-lhe 3 meses para prepararmos o corpo.


É nesta hora que vem um friozinho – eu sei, porque é transversal a todas as mulheres/casais que não me conhecem e tem uma completa estranha a pedir mais tempo. A adiar o sonho. A pedir um tempo. Sendo que o fator tempo já foi tão duro com eles – e ficam sem perceber se será por ali o caminho.


Após conversarmos sobre a importância da preparação, concordamos adiar, com conhecimento e concordância da equipa responsável pelo caso no CHSJ.

Parece muito tempo, mas passou num ápice.


O resultado? 5 blastocistos, 2 embriões transferidos a fresco e um positivo nunca antes alcançado. Desde então estamos a contar as semanas. Vamos nas 21 semanas.

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page