• Catarina Correia

A memória do feto - 3ª Parte


Como referi nas publicações “A memória do feto 1” e “A memória do feto 2”, o feto tem a capacidade de aprender intra-útero e é sobre isso que vamos falar hoje.


Caso não tenha lido as publicações referidas, recomendo vivamente que faça a consulta das mesmas antes de avançar na leitura.


Ao percebermos que o feto tem capacidade de aprendizagem, concluímos que ele não aprende a identificar apenas as coisas más ou traumáticas, ele começa a ter perceção de que determinados estímulos transmitem segurança e tranquilidade. Por isso, através do reflexo condicionado, podemos criar vivências positivas que podem melhorar muito a vida daquele bebé até à vida adulta.


O reflexo condicionado pode ser criado de diversas formas, por exemplo através da música. Se durante a gravidez ouvir a mesma música enquanto se conecta com o seu bebé, ele vai associar aquela música ou aquela playlist a algo positivo.


Outro exemplo de reflexo condicionado positivo é conversar com o seu bebé sobre coisas positivas, nunca no negativo. O nosso cérebro não processa a palavra não. É estranho? Então faça o seguinte teste: - NÃO pense num limão. Pensou, certo? Isso só acontece porque o seu cérebro não processa o não. Ele simplesmente ignora o não, e assume o conteúdo seguinte. Agora vou um pouco mais além: NÃO imagine que está a abrir um limão ao meio, que pega numa das metades, leva à boca e dá uma valente trinca naquele pedaço bem ácido. Trinca duas ou três vezes, mastiga e engole. É inevitável não pensar, e certamente sentiu que a sua língua se encheu de saliva só por imaginar que estaria a comer algo tão ácido. Esse é poder da mente. Agora só precisamos de usar isso a nosso favor.


Não converse na negativa com o seu bebé. Não diga: “Não vou deixar de gostar de ti”, “Não sejas um bebé difícil” ou “Não venhas doente”. Troque estas frases por: “Amo-te tanto e para toda a vida”, “Vais ser um menino maravilhoso” ou “Anda saudável meu filho”.


É importante que utilize este estímulo com total dedicação, sem perturbações externas e, de preferência, enquanto a música toca. Faça respirações profundas para acompanhar. Pode colocar um difusor com óleo essencial de lavanda angustifólia bio para criar mais um tipo de reflexo condicionado positivo.


A informação que está a passar para o seu bebé é de que ele, naquele momento, está seguro, que pode estar tranquilo e que é muito acarinhado pela mãe/pai.


Repetindo aquela música todos os dias, sempre que o bebé ouvir, aquele bebé é remetido para um momento de tranquilidade e segurança.


Poderá ser uma mais valia no momento do parto, caso a equipa permita que coloque essa mesma música, ou difusor. Não podemos esquecer que o parto é um momento traumático para o bebé.


Quando se inicia o parto, ele não percebe o que está a acontecer. É normal que sinta medo. Certamente que ficará mais confortável se o ambiente que o rodeia tiver estímulos que lhe tragam alguma tranquilidade.


Porque a partir dali, é tudo uma novidade.


#fertilidade #gravidez #gestação #feto #memória #refelexocondicionado #acupuntura #acupunctura #tcm #mtc #ccclinica #catarinacorreia #catarinacorreiamtc #oliveiradeazemeis #aveiro #utero #bebé

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo